domingo, 27 de novembro de 2011

Porque há mulheres-poesia, para homens-poeta

.

Fotografia: Shlomi Nissim





 
(...)
Porque há mulheres que são belas e poéticas, mas, algumas são belas, poéticas e inteligentes,
e as que são, a um só tempo, belas, poéticas e inteligentes, não vendem seu tempo aos vermes, não lambem os cães e nem se permitem aos crápulas da terra.
Estas são as mulheres que enxergam, sentem e pensam e, por isso mesmo, encontram filósofos e poetas;
E quando encontram homens assim, a vida se transforma em festa, o vinho é posto sobre a mesa e a música ecoa madrugada adentro com o talhe dançante de corpos que levitam...
(...)

Pietro Nardella-Dellova, " השילמית A Sciulamith, porque a beleza, poesia e inteligência encontram-se nela ", in A MORTE DO POETA NOS PENHASCOS E OUTROS MONÓLOGOS, Ed. Scortecci, 2009, p 275 (Livraria Cultura)
.

Um comentário:

  1. Maravilhosas verdades! Eu precisava ler isto hoje, Obrigada!

    ResponderExcluir